Web Toolbar by Wibiya Prece do Natal - Preces - Chico Xavier

Ir para conteúdo

Bem-vindo ao site Chico Xavier
Crie sua conta agora para poder ter acesso a todas as funcionalidades e recursos. Para criar nova conta demora apenas alguns asegundos e vai poder criar tópicos responder a mensagens, interagir com outros usuários, baixar arquivos (downloads, apresentações, documentos,...) e muito mais!
Entrar em sua conta Criar nova conta agora

Prece do Natal


  • Por favor, faça o login para responder
1 resposta neste tópico
Macili
  • Administrators
  • 2.708 posts
  • Advanced Member
  • Last active: Jul 01 2018 11:43
  • Joined: 10 Nov 2012

Imagem Postada





Prece do Natal




Senhor Jesus!...



Recordando-te a vinda, quando te exaltastes na manjedoura

por luz nas trevas, vimos pedir-te a bênção.
Releva-nos se muitos de nós trazemos saudade e cansaço,

assombro e aflição, quando nos envolves em torrentes de alegria.


Sabes, Senhor, que temos escalado culminâncias...

Possuímos cultura e riqueza, tesouros e palácios,

máquinas que estudam as constelações

e engenhos que voam no Espaço!

Falamos de ti – de ti que volveste dos continentes celestes,

em socorro dos que choram na poeira do mundo,

no tope dos altos edifícios em que amontoamos reconforto,

sem coragem de estender os braços aos companheiros

que recolhias no chão...
Destacamos a excelência de teus ensinos,

agarrados ao supérfluo, esquecidos de que

não guardaste uma pedra em que repousar a cabeça;

e, ainda agora, quando te comemoramos o natalício,

louvamos-te o nome, em torno da mesa farta,

trancando inconscientemente as portas do coração

aos que se arrastam na rua!


Nunca tivemos, como agora, tanta abastança

e tanta penúria, tanta inteligência e tanta discórdia!

Tanto contraste doloroso, Mestre, tão-só por olvidarmos

que ninguém é feliz sem a felicidade dos outros...

Desprezamos a sinceridade e caímos na ilusão,

estamos ricos de ciência e pobres de amor.


É por isso que, em te lembrando a humildade,

nós te rogamos para que nos perdoes e ames ainda...

Se algo te podemos suplicar além disso,

desculpa o nada que te ofertamos,

em troca do tudo que nos dás e faze-nos mais simples!...


Enquanto o Natal se renova, restaurando-nos a esperança,

derrama o bálsamo de tua bondade sobre as nossas preces,

e deixa, Senhor, que venhamos a ouvir de novo,

entre as lágrimas de júbilo que nos vertem da alma,

a sublime canção com que os Céus te glorificam

o berço de palha, ao clarão das estrelas:





- Glória a Deus nas alturas, paz na Terra,

boa vontade para com os homens!





Chico Xavier / Emmanuel (Espírito)



Macili
  • Administrators
  • 2.708 posts
  • Advanced Member
  • Last active: Jul 01 2018 11:43
  • Joined: 10 Nov 2012

Imagem Postada





Oração de Natal




Senhor Jesus!

Agradecemos o teu Natal repleto de esperança e de luz que nos impele a sair de nós mesmos, ao encontro de companheiros em necessidades maiores que as nossas.

Agradecemos-te o pão que nos deste para repartir e o agasalho que nos enviaste para vestir os nossos irmãos expostos à noite.

Entretanto, comparecemos diante de ti rogando-te mais ainda...

Se nos permites, nós te pedimos socorro:

- para os corações desesperados;
- para os que se imobilizam no orgulho, perguntando se existes;
- para os que se cristalizam na sovinice, dando ideia de que trazem unicamente um cifrão por dentro da própria alma;
- para os que se entregam à violência, como se não tivessem de dar contas da selvageria com que arrasam a vida dos semelhantes;
- para os que se confiam às paixões descontroladas e envenenam corações sensíveis e afetuosos, para depois atirá-los nos despenhadeiros do descrédito e do suicídio;
- para os que se transviam na vaidade e se apresentam por donos da verdade com o objetivo de esmagar ou confundir os outros;
- para os que se enquistam no egoísmo da posse e se esquecem de que muitos companheiros de humanidade adoecem de fome, depois de lhes baterem inutilmente às portas do coração;
- para os que abusam da autoridade, pisando sobre a dor dos irmãos ainda fracos e necessitados;
- e para todos nós, Senhor, que te buscamos, de alma e coração, conscientes de Nossos próprios encargos, a fim de que não nos falte a força precisa para amar-nos uns aos outros, no serviço que nos confiaste, de modo que, realizando as tarefas de Hoje, possamos encontrar no tempo um amanhã mais feliz.






Do livro "Presença de Luz", Augusto Cezar (Espírito), Francisco C. Xavier (psicografia)






0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membros, 0 visitantes, 0 membros anônimos